OPEN CALL – Submissão de propostas de eventos até 30 de junho

O Festival Umundu Lx é um evento aberto à participação de quem queira partilhar conhecimento e experiências na área da sustentabilidade ambiental e social.

É neste sentido que vos convidamos a convergir num mesmo momento com eventos que ajudem a refletir, a atuar, e a dialogar sobre como podemos contribuir para um mundo mais sustentável e equitativo. A ideia é alcançar sinergias e impacto durante os seis dias do festival que possam promover mudanças marcantes na vida das pessoas. Diferentes eventos deverão permitir a participação de quem nunca tenha tido contacto com os temas, para fazer uma aproximação inicial, mas também possibilitar o aprofundamento de conhecimentos e competências de quem já tenha tido contacto com o assunto.

Temas de foco
Este ano daremos ênfase a quatro temas de foco:

Foi há pouco mais de 300 anos que surge pela primeira vez a ideia da sustentabilidade na obra “Sylvicultura Oeconomica” do alemão Hans Carl von Carlowitz. Mais recentemente, o conceito volta a surgir e é aperfeiçoado em obras como “The Limits to Growth” de 1972, entre outros, mas são os grandes atores de interesses económicos que pouco a pouco vão sequestrando o termo, tornado-no num chavão de marketing, distorcendo assim o seu verdadeiro significado e diluindo o seu impacto. Durante este dia, queremos questionar sobre o que significa sustentabilidade nos tempos que correm e de como podemos recuperar o sentido nato da ideia.

No Dia Mundial do Ambiente, 5 de junho, será lançada a  Década da Restauração dos Ecossistemas pelas Nações Unidas cuja intenção é reunir cidadãos, governos e empresas de todo o mundo em torno de um objetivo comum: prevenir, deter e reverter a destruição dos espaços naturais que suportam a vida na terra. Queremos dedicar este dia à divulgação desta iniciativa e entender o caminho de regeneração ecológica que o país e o mundo tem pela frente. 

A expressão tem história e uma diversidade de significados, dependendo do contexto, seja ele político, artístico ou prático. No entanto, num mundo cada vez mais consumista e materialista, onde o Ter substitui o Ser, o lucro está acima de valores sociais, e o Planeta acaba por ser visto como fonte interminável de recursos naturais, o DIY ganha uma nova dimensão de protesto e expressão política que passa literalmente pelas nossas mãos. O domingo será por isso bem prático.

O atual modelo de desenvolvimento das sociedades do Norte global assenta no crescimento económico exponencial que tem vindo a aumentar o fosso entre os mais pobres e os mais ricos, tanto dentro das próprias sociedades como entre diferentes regiões do globo. A justiça social tem que ser intrinsica de uma transformação para um paradigma mais sustentável. Neste dia queremos jogar luz nas diferentes dimensões sociais no processo de transição para uma sociedade mais sustentável.

Seria ótimo se houvesse eventos organizados de forma colaborativa por diferentes organizações para fomentar as sinergias e criar conteúdos ricos e diversos. Para facilitar a inclusão de crianças e jovens no programa, pode ser considerado organizar atividades em escolas ou em conjunto com iniciativas juvenis extra-curriculares.

Mercad’Umundu
Encerramos o Festival no dia 5 de outubro com o MercadUmundu para fomentar os encontros e a troca de ideias. No formulário de inscrição poderão indicar se tencionam participar neste evento final.  Enviaremos mais informações sobre esta participação nas próximas semanas.

Submissão de propostas

As propostas de eventos deverão ser submetidas até dia 30 de junho utilizando o formulário disponível aqui.

Perguntas frequentes

Preparamos uma coleção de perguntas frequentes que está disponível aqui.

Em caso de dúvidas, escrevam-nos para equipa@umundu.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *