Outubro, 2020

Sab10Out16:0017:30Evento finalizadoProjeto Coastwatch Portugal16:00 - 17:30 Praia de AlgésTema:Conservação ambiental,Lixo,OceanosTipo:Visita guiada

Descrição

O Projeto Europeu Coastwatch® é um projeto de educação ambiental e ciência cidadã que apela à realização de saídas de campo através de percursos pedestres em zonas costeiras portuguesas (praias, estuários, lagoas, complexos lagunares), fora da época balnear. Nesta atividade vai ser realizada a observação e registo dos animais, de algas, da qualidade das entradas líquidas de água doce, da caracterização da zona entremarés, da poluição e dos principais riscos e ameaças das zonas costeiras, utilizando para tal uma metodologia padrão, que permitirá aos participantes não só aprender sobre os principais impactos antropogénicos nas zonas costeiras, como visualizá-los em primeira mão e participar ativamente na recolha de dados científicos sobre os mesmos.

Obrigatório levar máscara e luvas (individuais) não descartáveis. O Projeto Coastwatch levará os sacos para a recolha do lixo.

Intervenientes

  • José Maria

    José Maria

    Biólogo marinho com especialização em bioestatística, com principal interesse na área do lixo marinho e da educação ambiental. Formação na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, desenvolveu a tese de mestrado em conjunto com o GEOTA e o Projeto Coastwatch, focada na distribuição e abundância do lixo marinho na costa de Portugal continental. Desenvolve projetos em conjunto com o GEOTA desde 2015, focado principalmente em iniciativas de ciência cidadã.

Organizações

GEOTA - Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e AmbienteTrabalho voluntário de base - O GEOTA é aberto a todos os cidadãos. Embora tenha ao seu serviço profissionais, o estatuto de membro de pleno direito e os cargos de direcção baseiam-se estritamente no trabalho voluntário, pilar fundamental da actividade associativa. Competência - As posições, trabalhos e intervenções públicas do GEOTA são sempre fundamentados. Recusamos a demagogia e o espectáculo pelo espectáculo, em favor da seriedade, do conhecimento rigoroso e da qualidade. Independência e contra-poder - O GEOTA é totalmente independente face a instituições oficiais, interesses económicos, corporativos ou outros. Sempre assumiu e assumirá uma postura crítica face aos poderes políticos vigentes, qualquer que seja a sua ideologia. Postura construtiva - O GEOTA pretende contribuir para o progresso da sociedade, nunca se limitando à crítica estéril. Está, portanto, sempre aberto à colaboração com outras entidades na prossecução de objectivos comuns. Postura irreverente - O trabalho no GEOTA não é apenas algo profundamente sério, pela importância dos assuntos em jogo — é também uma actividade lúdica, uma expressão do nosso modo de estar. Não somos convencionais ou cinzentos, não reverenciamos os poderes instalados, não aceitamos as coisas como estão. Aposta no associativismo - O GEOTA defende uma filosofia "em rede" para o movimento associativo, onde seja privilegiada a total autonomia e especificidade de cada associação, em paralelo com a colaboração em projectos de interesse comum. Apostamos numa estrutura representativa com estatuto de parceiro social (Confederação, ao nível das confederações patronais e sindicais), mas recusamos qualquer forma de liderança dirigista do movimento. Idealismo nos objectivos, realismo na acção - O ambiente que queremos defende-se no dia a dia, mas demora uma vida a construir. Reflexão e intervenção política - Desde sempre que uma das prioridades do GEOTA foi a intervenção junto dos poderes políticos ao mais alto nível, no sentido de promover um modelo de desenvolvimento sustentável: em Portugal, junto do Presidente da República, Assembleia da República, Governo, Procuradoria-Geral da República; internacionalmente, junto da Comissão das Comunidades Europeias e outras organizações internacionais. Este tipo de intervenção, rigorosamente independente e apartidária, consubstancia-se em estudos temáticos, pareceres, propostas de legislação e regulamentação sempre rigorosamente fundamentados.Reflexão e intervenção política - Desde o seu início que uma das prioridades do GEOTA foi a intervenção junto dos poderes políticos ao mais alto nível, no sentido de promover um modelo de desenvolvimento sustentável: em Portugal, junto do Presidente da República, Assembleia da República, Governo, Procuradoria-Geral da República; internacionalmente, junto da Comissão das Comunidades Europeias e outras organizações internacionais. Este tipo de intervenção, rigorosamente independente e apartidária, consubstancia-se em estudos temáticos, pareceres, propostas de legislação e regulamentação sempre rigorosamente fundamentados.geota@geota.pt

Hora

(Sábado) 16:00 - 17:30

Praia de AlgésMais perto do centro de Lisboa, tem um areal de extensão mediana ladeado por dois pontões.

Inscrição

Inscrições fechadas

Todos os lugares estão reservadosMake sure to add yourself to waitlist!

Não consegues participar?Cancela a tua inscrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X
X
X