Outubro, 2020

Dom11Out19:0021:00OnlineConstruir territórios mais autónomos e sustentáveis a partir do trabalho colaborativoO exemplo de Montemor-o-Novo19:00 - 21:00 Temas:Autossuficiência,Cooperativismo,Energias RenováveisTipo:Debate / Conversa,Palestra

Descrição

A cidade de Montemor-o-Novo é um exemplo vivo da transformação para uma sociedade mais sustentável. Neste evento virtual vamos conhecer um pouco mais das experiências colaborativas de seis organizações ativas neste território. São elas: Minga – cooperativa integral, Herdade do Freixo do Meio, Associação MOR, promotora da moeda local, as Oficinas do Convento, Rede de Cidadania e AKRA. A complementaridade e transversalidade do trabalho de todos estes grupos constitui um fator imprescindível para uma mudança de paradigma no desenvolvimento local e na força das comunidades. A sessão será aberta à participação de todos. A Coopérnico, com uma instalação fotovoltaica na Cercimor, será o elemento agregador de todas estas vontades.

Imagem: http://www.cm-montemornovo.pt/pt/visitar/cidade

Evento online

Evento terminou!

You are the moderator of this event. Access the live stream

Iniciar sessão

Organizações participantes

A.Mor, Associação para a moeda local de Montemor-o-NovoO "MOR" é uma moeda local digital válida apenas no Concelho de Montemor O Novo, está a ser implementada pela A.Mor Associação para a Moeda Local de Montemor O Novo. Pretende fortalecer a economia a escala local. De momento (setembro) está em fase piloto da sua plataforma. O Mor já circula entre os membros da associação.

AKRASomos um coletivo que desde abril de 2019 tem dado nova vida a uma casa e a um terreno em Montemor-o-Novo. Defendemos a habitação e a terra como um direito e não como um negócio. Decidimos auto-organizar-nos, de forma horizontal, e não nos resignarmos aos planos de um proprietário. A propriedade coletiva é assegurada por uma associação sem fins lucrativos, e experimentamos uma forma de financiamento solidária. Queremos criar um lugar de vida coletiva onde cada uma de nós pode viver, experimentar e crescer; ter eventos gratuitos e por donativo livre; ser solidárias com todas as que agem por um mundo livre de opressão; e cuidar de nós próprias, da terra e da vida à nossa volta..

Cooperativa Integral MingaVisão: Uma sociedade baseada na cooperação entre pessoas em equilíbrio com os ecossistemas, promovendo as economias locais e garantindo o acesso universal a recursos vitais (água, alimentação, habitação e vida social e cultural). Missão: A Minga disponibiliza a quem vive o concelho de Montemor-o-Novo um conjunto de ferramentas que permitem o desenvolvimento e interligação dos sectores da economia deste território, promovendo práticas regenerativas (sociais, ambientais e económicas), em articulação com entidades com visões congéneres, também de outras regiões. geral@mingamontemor.pt

Coopérnico - Cooperativa de Desenvolvimento Sustentável CRLA fazer 9 anos de existência, a Coopérnico, a primeira cooperativa de energias renováveis portuguesa, tem hoje 2490 membros, 2 MW de produção fotovoltaica descentralizada, com 1,86 M€ de investimento exclusivo dos cidadãos nossos cooperantes, e 767 contratos de fornecimento de energia elétrica. A visão da Coopérnico passa por uma sociedade mais igualitária, democrática, guiada por princípios ecológicos e com uma economia assente em energia renovável. Nesta visão, a transição para um novo sistema de energia renovável não deve ser só tecnológica, mas também socialmente mais justa, tornando a energia limpa um bem comum acessível a todos, respeitando as características do território, protegendo a biodiversidade e o meio natural e garantindo valor social e económico para as comunidades envolvidas. Os desafios da transição energética são enormes e tornaram-se gigantes face ao novo contexto geo-político europeu. Acreditamos que as comunidades de energia e, em particular as cooperativas de energia renovável, têm um papel importante nesta transição e na resolução desta crise, como já tiveram noutros momentos, entre os quais no fim de cada uma das Guerras Mundiais e da Crise Petrolífera de 1970. É neste contexto e nesta vontade de participar ativamente na transição energética renovável e justa que pretendemos levar ao cidadão comum estes temas e envolvê-lo na produção e gestão da sua própria energia 

Herdade do Freixo do MeioA Herdade do Freixo do Meio é uma herdade alentejana onde em 1990 uma nova geração retomou o desafio de a gerir como um Bem Comum. Elegeu a Agroecologia como ética de gestão regressando ao Agroecossistema medieval do Montado, como forma de abordar o presente e de construir o futuro. Este modelo de Agrofloresta é hoje enriquecido pelas visões da Ciência, da Permacultura, e da Soberania Alimentar. Desde então a missão assenta na exigência, na transparência, na participação democrática, no conhecimento e na inovação. Procuramos, através da Cooperativa de Usuários em que nos organizamos, ser um espaço de cooperação, de inclusão, de desenvolvimento pessoal, de trabalho e de construção de comunidade. Tentamos dia-a-dia melhorar a nossa relação com os recursos: água, solo, biodiversidade, energia, ciência e cultura. Apostamos na eficiência real dos processos e na utilização de recursos naturais, assim como na redução de resíduos e da pegada ecológica. Nos 500 ha da Herdade do Freixo do Meio uma equipe de 30 co-produtores (colaboradores) interagem com o ecossistema obtendo hoje um conjunto de mais de 200 alimentos de produção própria de Agricultura Biologica, transformados na herdade e distribuídos através de um Programa CSA Partilhar as Colheitas, de uma loja online, e por duas lojas, uma na herdade e outra no Mercado da Ribeira em Lisboa.geral@herdadedofreixodomeio.pt

Oficinas do Convento Montemor-o-NovoA Oficinas do Convento – Associação Cultural de Arte e Comunicação é uma associação cultural sem fins lucrativos, tem a sua sede social no Convento de S. Francisco, em Montemor-o-Novo. Os nossos objectivos são a recuperação e reestruturação do Convento de S. Francisco, tendo em vista a criação de condições materiais para a realização de atividades de investigação, divulgação, formação e produção na área das artes e da cultura e na defesa do património; O apoio e incremento de ações que contribuam para o desenvolvimento, entendendo-o como processo de melhoria de condições culturais e materiais, em estreita colaboração com autarquias e entidades e individualidades competentes, públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras; a promoção, apoio e realização de ações de formação artística e profissional. gestao@oficinasdoconvento.com

Rede de cidadania Montemor-o-NovoQueremos assumir responsabilidade na condução dos nossos destinos e qualidade de vida, para nós e para as futuras gerações promovendo localmente o diálogo e a dinamização de projectos nas áreas económica, social, cultural e ambiental. Objetivos: Chamar a população de Montemor à participação, contando com o interesse, paixão e responsabilidade de cada um para que, em conjunto, possamos iniciar um novo ciclo de cidadania em Montemor‐o‐Novo. Dinamizar consciência colectiva para as questões da sustentabilidade. Formular propostas concretas e desenvolver acções para a sua implementação, nos diferentes domínios e de acordo com as competências reunidas.cidadania.montemor@gmail.com

Hora

(Domingo) 19:00 - 21:00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

X
X
X