Outubro, 2020

Sex09Out(Out 9)18:00Sab17(Out 17)18:00Os Neo RuraisFotografia de Josué Carballo18:00 - 18:00 (17) Espaço Cultural MercêsTipo:Exposição

Descrição

Provenientes de todas as idades e classes sociais, desde reformados, engenheiros civis e gestores financeiros a músicos e pintores, o que os une é a “DIY Fashion”, uma moda campesina e informal ante a opressão do fato e gravata. Praticam meditação e yoga, passeiam muito e muitos são flexitarianos – entre o crudívoro e o omnívoro, com todas as suas variantes – sobretudo desenvolvem todo o tipo de projetos inovadores no mundo rural, habitando o sonho de uma sociedade verde, criativa e biodiversa, como Alice no País das Maravilhas : o fruto das suas próprias mãos, qual artista e artesão da sua própria vida, na Natureza.

Horários de visita

09.10 | 18h – 20h
10.10 | FECHADO
11.10 | FECHADO
12.10 | 14h – 20h
13.10 | 14h – 20h
14.10 | 14h – 20h
15.10 | 14h – 20h
16.10 | 14h – 20h
17.10 | 12h – 18h

Acesso ao espaço

De modo a salvaguardar a distância de segurança, a lotação máxima é de 4 pessoas em simultâneo. 
Mantenha uma distância mínima de 2 metros entre os visitantes. 
É obrigatório o uso de máscara.

Intervenientes

  • Josué Carballo

    Josué Carballo

    Nascido em Madrid 1966, foi vencedor de diferentes prémios na sua cidade entre 93-94 e 1997, com várias exposições individuais e colectivas em muitas cidades espanholas: Círculo de Bellas Artes, os Estúdios Daylight em Madrid, o Centro Cultural de Victoria-Gasteiz no País Basco, Badajoz, Málaga, Cádiz e outras cidades. Em 2002, Josué Carballo foi convidado a ser o comissário de uma exposição de fotografia para a Associação Cultural das Nações Unidas. Fez exposições individuais em Portalegre e no Centro Cultural de Serpa, Portugal. Agora está a preparar uma exposição sobre o Movimento Neo Rural para as várias Instituições Cervantes em todo o mundo.

    URL https://josuecarballophotos.wordpress.com/

Espaço Cultural MercêsRua Cecílio de Sousa, 94 LisboaNuma pequena e antiga área de arrumos de material dos calceteiros e jardineiros da Câmara Municipal de Lisboa, situada entre o Jardim França Borges (Príncipe Real) e a Rua Cecílio de Sousa nasceu um espaço cultural na freguesia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X
X
X