Outubro, 2021

Seg04Out20:0021:00Evento finalizadoPresencial & onlineOnlineUma viagem pela Amazônia20:00 - 21:00 Padaria do PovoTemas:Agrofloresta,Alterações climáticas,Comunidade,Floresta,Justiça climática,ReflorestaçãoTipo:Debate / Conversa,Exposição

Descrição

Vamos conhecer a Amazônia por quem mais nos tem a falar: as comunidades tradicionais. Elas vão nos contar histórias e o que mudou nas ultimas décadas.

Inscrições para evento:

Evento presencial- Inscrições através da secção “INSCRIÇÃO” disponível mais abaixo, clicando no “PARTICIPAR”

Evento online- Não é necessário inscrição basta ir à secção “EVENTO ONLINE”, disponível mais abaixo e clicar “Iniciar sessão” na hora do evento.

Inscrição

Inscrições fechadas

Inscreve-te para poderes participar neste evento

Não consegues participar?Cancela a tua inscrição

Evento online

Evento terminou!

Intervenientes

  • Ana Rosa de Lima Tovstiga

    Ana Rosa de Lima Tovstiga

    Ana Rosa é a fundadora da Meli Bees Network gUG, uma organização que atua na proteção da região amazônica com o fortalecimento de comunidades tradicionais e a criação de abelhas nativas sem ferrão. Engenheira criada na região Amazônica, ela teve vivências em três continentes durante estudo e início da vida profissional. Em 2017 ela iniciou o podcast Apenã, atual Meli Conecta. Movida por produzir um impacto socioambiental positivo, seu trabalho na Meli já foi reconhecido internacionalmente por organizações como TFF, Climate LaunchPad Brasil e ProjectTogether, na Alemanha.

    URL https://www.meli-bees.org/

Organizações promotoras

Organizações participantes

Casa Familiar Rural de AçailândiaA Casa Familiar Rural é um centro educativo não convencional que segue a Pedagogia da Alternância. Persegue o desenvolvimento rural sustentável através da formação dos jovens do meio rural, introduzindo novas técnicas de cultivo apropriadas ao meio e realizando um trabalho de extensão rural nas comunidades de pequenos e médios produtores. Os jovens que são admitidos para estudar na CFR fazem-no durante uma semana em regime de internato, voltando com sua família durante outra semana. O ciclo de estudo completo é de três anos. A Pedagogia da Alternância pretende possibilitar uma educação de qualidade para o jovem rural sem tirá-lo de seu ambiente familiar e profissional. Por isso o jovem alterna períodos na CFR e regressa com sua família durante duas semanas. Deste modo pode ajudar nas tarefas agrícolas familiares e permite a participação dos pais em sua educação. A totalidade do processo educativo dura três anos.

Instituto de Agroecologia Latino Americano (IALA) AmazônicoO Instituto de Agroecologia Latino Americano Amazônico, denominado também de IALA Amazônico se insere na perspectiva desenhada pela Via Campesina em constituir uma rede de escolas (conhecidos por Institutos) de Agroecologia na América do Sul. No âmbito dessas discussões, além do IALA Amazônico (fundado em 2009), foram criados outros IALAs em países como Argentina, Chile, Paraguai, Venezuela, Nicarágua, Cuba, etc. Essas iniciativas propõem realizar processos de formação/educação política e técnica dos sujeitos do campo articulados pela Via Campesina e CLOC e aprofundar as técnicas agrícolas com base nos princípios da agroecologia, visando consolidar práticas de resistência de caráter internacional que se contraponha às relações de subordinação impostas pela hegemonia do Capital. Neste sentido, o IALA Amazônico propõe articular sujeitos do campo que vive processos de lutas e resistência na Pan Amazônia; busca articular universidades, pesquisadores, movimentos sociais e camponeses para realizar processos de formação, escolarização e trocas de experiências agrícolas com ênfase nos princípios da agroecologia; e produzir novos conhecimentos por meio de um processo de reformulação dos currículos e metodologias dos cursos, primando pelo diálogo com a diversidade de experiências e sujeitos e, fundamentalmente tendo a realidade como lócus de investigação para a transformação. Por fim, o IALA Amazônico está localizado em uma área doada pelas famílias do Assentamento Palmares II, distante 27 km do município de Parauapebas/Pará.

Meli Bees NetworkMeli Bees Network gUG, uma organização que atua na proteção da região amazônica com o fortalecimento de comunidades tradicionais e a criação de abelhas nativas sem ferrão.

Vale do SapucaiaUnidade familiar de Agricultura, localizada no Nordeste Paraense, na Cidade de Ulianópolis, na Colônia Sapucaia, no Projeto de Assentamento Floresta Gurupi. A proposta do Vale do Sapucaia e estimular a comunidade em geral, para adoção de um novo ciclo econômico, pautado na regeneração das áreas Degradadas, por meio da adoção da Agricultura Sintrópica. No cerne do Projeto está a criação do corredor Agrosintrópico, e a criação da Escola de Agricultura Sintrópica, que já possui sua pedra Fundamental estabelecida. Soberania Alimentar, Proteção das Águas, do Solo, do Ar e de toda Biodiversidade são nossas bases, sendo que dos objetivos que dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas, o Vale do Sapucaia se Relaciona com 11 iniciativas

Medidas de contingência

Uso obrigatório de máscara
Distancia física obrigatória
Indicações adicionais Estão em vigor as normas de contingência da DGS, na vertente presencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

X
X
X